1
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004
01/01/2004 a 31/01/2004
01/12/2003 a 31/12/2003
01/11/2003 a 30/11/2003
01/10/2003 a 31/10/2003
01/09/2003 a 30/09/2003
01/08/2003 a 31/08/2003
01/07/2003 a 31/07/2003
01/06/2003 a 30/06/2003
01/05/2003 a 31/05/2003
01/04/2003 a 30/04/2003
01/03/2003 a 31/03/2003
01/02/2003 a 28/02/2003


Dê uma nota para meu blog


 UOL
 Aeroclube de Jundiai
 Fsa
 Airandinas
 Oahe
 Redemet
 Ewm
 Gol
 Vasp
 Tam
 Boeing
 Airbus
 Embraer







Discovery docks with space station

(CNN) -- Discovery docked with the international space station Thursday as NASA tried to determine why insulating foam fell off the shuttle's external fuel tank during its launch.

The shuttle-station rendezvous at 7:18 a.m. ET was the first since November 2002, NASA said. Shortly afterward, a connecting hatch was opened and both crews greeted each other with hugs and smiles.

Discovery flew in an unusual upside-down maneuver before it docked so space station cameras with special lenses could take pictures of it, looking for possible damage.

The images were sent from the station to NASA engineers on Earth, who will scrutinize Discovery's surface tiles and its thermal-protection system, explained Wayne Hale, deputy shuttle program manager.

"Any damage will not escape our detection," Hale said at a Wednesday news conference. NASA said that during launch, a piece of tile also fell from Discovery's underside near the forward landing gear -- an area that has a redundant thermal barrier.

Falling foam from Columbia's external fuel tank during launch in 2003 was blamed for damaging the spacecraft, which led to the deaths of seven crew members when Columbia attempted to return to Earth. Discovery is the first shuttle launch since that tragedy.

The piece of foam fell from Discovery's fuel tank during the shuttle's ascent into orbit on Tuesday. But unlike the Columbia incident, it did not strike the orbiter. Several smaller pieces also tore away, a NASA spokesman said.

Discovery's crew is in no apparent danger, but NASA said Wednesday it won't launch any more shuttles until engineers solve the problem of foam falling from the fuel tank.

NASA Administrator Michael Griffin said Thursday that the foam problem will be solved.

"We're very fortunate that Discovery appears not to have been damaged by this piece of foam and we're going to fix that before we fly the shuttle again," Griffin said on CNN's "American Morning."

"The team has worked hard, very hard, for two-and-a-half years to get the tank to be absolutely as clean is it can be. We missed this one."

Hale said the foam that fell off the tank is from 24 to 33 inches long, 10 to 14 inches wide, and 2.5 to almost 8 inches thick -- only slightly smaller than the piece of foam that damaged Columbia's wing.

Over the next four to five days, engineers "will come up with a fly-home as-is recommendation, or a repair recommendation, as required," Hale said.

Shuttle crew members plan to test repair techniques during three space walks by astronauts Steve Robinson and Soichi Noguchi of Japan. The two also plan to service the space station.

Since Columbia, NASA has developed contingency plans for astronauts to try to repair damaged shuttles so they can return to Earth. If a spacecraft cannot be repaired, plans call for the crew to take refuge in the space station until a rescue mission can be launched.

Discovery is due to return to Kennedy Space Center August 7.



 Escrito por Pamplona às 11h49
[ ] [ envie esta mensagem ]



Gol assina contrato de US$ 6,8 bi com a Boeing

SÃO PAULO - A Gol e a Boeing assinam hoje em Seattle um megacontrato que poderá envolver negócios de até US$ 6,868 bilhões. A companhia aérea brasileira elevou para 101 aeronaves, todas do modelo 737-800, o tamanho do seu pedido total. Antes, eram 63 jatos. As informações foram dadas pelo presidente e acionista da Gol, Constantino de Oliveira Junior, logo depois de sua chegada à cidade-sede da Boeing.

Com esse novo contrato, a Gol dobrou, de 30 para 60, o número de pedidos firmes, ou seja, aqueles que já estão totalmente acordados. E elevou de 33 para 41 o número de opções que poderá exercer futuramente. Cada aeronave dessas tem valor de tabela de US$ 68 milhões.

" O negócio confirma a confiança da Boeing na empresa " , disse Oliveira Junior. De acordo com ele, a entrega dos 101 aviões pode ocorrer até 2012. Os primeiros 60, já confirmados, serão entregues a partir de julho do ano que vem até 2009.

O executivo explicou que a entrada do pedido dos 60 primeiros jatos será paga com os recursos captados pela companhia aérea em sua última oferta pública de ações. A entrada corresponde a 15% do valor total, cifra superior a US$ 400 milhões.

" Os demais 85% serão financiados com garantia do Eximbank, o banco de fomento americano " , disse Oliveira Junior. O Eximbank oferece a garantia, o que reduz drasticamente o risco do crédito, e o financiamento é dado por outra instituição financeira.

O presidente da Gol confirmou que o plano da empresa é ter uma frota de 70 aeronaves até 2009, informação divulgada anteriormente, juntamente com seus resultados trimestrais.

Quanto a previsões de frota a partir de 2009, Oliveira Junior disse ser difícil fazer projeções no momento. Ou seja, as opções podem ou não ser exercidas.

Os jatos 737-800 que a Gol receberá irão ao Brasil com 178 lugares. Terão uma modificação aerodinâmica para poder pousar em aeroportos de tamanho de pista limitado como o Santos Dumont.

É o maior negócio já fechado pela fabricante americana na América Latina e firma a Gol como o seu principal cliente na região.

(Vanessa Adachi | Valor Econômico)



 Escrito por Pamplona às 10h47
[ ] [ envie esta mensagem ]



WEBJET

Nesta terça-feira, dia 12 de julho começa a operar uma nova empresa aérea, a Webjet que tem tarifas bem em conta, segundo o site da cia,  o trecho entre Brasília e São Paulo sai por R$170,00, já Porto Alegre a Rio de Janeiro sai R$248,00, São Paulo a Porto Alegre por R$188,00. o site da cia é www.webjet.com.br



 Escrito por Pamplona às 08h40
[ ] [ envie esta mensagem ]



Milionário americano será próximo turista espacial

da France Presse, em Moscou

O executivo americano Gregory Olsen será o próximo turista espacial. Ele embarcará para a ISS (Estação Espacial Internacional) em outubro, após ter assinado um acordo com a agência espacial russa, anunciou nesta quarta-feira um porta-voz da agência.

"O contrato entre a Agência Espacial Federal e a empresa Space Adventures foi assinado nos últimos dias", informou Viatcheslav Davidenko, citado pela agência de notícias Interfax.

"O vôo acontecerá em outubro, em uma nave Soyuz", acrescentou.

 Escrito por Pamplona às 08h15
[ ] [ envie esta mensagem ]



Video Esquadrilha "OI"

Pessoal, clique aqui e baixe (ou abra) o video que o Marco fez da esquadrilha OI em Araras (espere 40 segundos e clique em "Click here to Download")

 Escrito por Pamplona às 11h54
[ ] [ envie esta mensagem ]



Varig anuncia oitavo presidente em cinco anos

 RIO DE JANEIRO (Reuters) - O vice-presidente do Conselho de Administração da Varig, Omar Carneiro da Cunha, ex-presidente da Shell no Brasil, assumiu a presidência da empresa aérea nesta quarta-feira, em substituição a Henrique Neves, que estava no cargo desde maio.

Cunha será o oitavo presidente em cinco anos da endividada companhia que luta há anos para se manter no mercado. Neves foi deslocado para cuidar do plano de recuperação financeira da empresa, segundo informou a assessoria da Varig nesta quarta-feira em comunicado.

A Varig entrou em recuperação judicial em meados do mês passado, quando começou a contar o prazo de 60 dias para que apresente um plano de recuperação financeira. A dívida da empresa supera 6,5 bilhões de reais.

"A companhia, obrigada a apresentar um plano de recuperação empresarial, no prazo estipulado em lei, decidiu pela formalização de uma equipe exclusiva, que se dedicará a sua elaboração", explicou a nota da companhia.

O presidente do Conselho de Administração da Varig, David Zylbersztajn, ressaltou no comunicado que "o mesmo grupo que assumiu em maio a administração da Varig, a convite da FRBPar, permanece unido em torno do projeto de recuperação da companhia", contrariando notícias de conflitos internos.

Na quarta-feira, três fontes ligadas à Varig afirmaram que a exemplo de outras tentativas de salvamento da companhia no passado, a equipe contratada pela Fundação Ruben Berta, dona do Grupo Varig, estaria em conflito com membros da Fundação.



 Escrito por Pamplona às 17h06
[ ] [ envie esta mensagem ]



Video dos AMXs

Pessoal, clique aqui e baixe (ou abra) o video que fiz da passagem dos AMX la em Araras (espere 40 segundos e clique em "Click here to Download")



 Escrito por Pamplona às 16h44
[ ] [ envie esta mensagem ]



Brasil pode ganhar mais 8 empresas aéreas nos próximos meses

O mercado brasileiro de aviação deve esquentar até o final do ano. Nos últimos dias, o Brasil ganhou duas companhias aéreas regulares, a Webjet e a Team, que devem estrear ns próximas semanas, e outras seis empresas tentam obter registro no Departamento de Aviação Civil (DAC).

Sem a Vasp e com a Varig correndo risco de desaparecer, os passageiros brasileiros poderão embarcar em vôos das companhias AirMinas, Sete, Capital, JetSul, Globex e Samba. Além destas, a agência de turismo CVC vai operar vôos fretados em aviões com a "bandeira" da empresa.

A Webjet, do Rio de Janeiro, já possui dois Boeings e planos de operar vôos para Brasília, São Paulo e Porto Alegre. O diferencial da empresa, que pertence a um grupo de cinco investidores (com aportes totais de R$ 10 milhões), é vender bilhetes com um preço transparente, sem apelar para propagandas que informam apenas o valor mínimo, que vale em poucas situações.

"Queremos evitar que o passageiro se sinta enganado, com o truque do 'a partir de'", afirmou o diretor-presidente da empresa, Rogério Ottoni, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. "Haverá apenas uma classe tarifária em cada vôo", diz.

Já a Team, que existe desde 2001, quer deixar a imagem de vôos regionais de pequeno porte para trás. A companhia, que também é do Rio de Janeiro, tem ambições de levar sua estrutura de para outros Estados. O plano, no entanto, não é fazer vôos cruzando o Brasil, mas sim focos de atuação ao redor de cada base.

 Escrito por Pamplona às 11h02
[ ] [ envie esta mensagem ]